segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O desenho



Todo artista que realiza uma composição visual, seja bidimensional ou tridimensional, parte do desenho. Na verdade, ele faz o estudo prévio da sua obra. Através desse estudo ele planeja como ficará sua produção. Sem falar daquele que sua obra é o próprio desenho.

Sendo assim, o desenho é uma técnica que nos permite representar idéias, pensamentos ou coisas concretas no papel ou em outro material que escolhermos. Para isso, podemos utilizar instrumentos como lápis, caneta, pincel, carvão, pedra, spray, mouse de computador e até mesmo o dedo.

O desenho geralmente é feito com linhas, formas e texturas.

Ele pode ser livre, usado como terapia e lazer, como também pode ser técnico e preciso, usado como ferramenta de trabalho.

Vamos abordar algumas formas de desenho. Como ficaria difícil colocarmos todas as formas, escolhemos aquelas que você mais utilizará. Então vamos lá!


1 – Desenho de memória

Quando desenhamos algo que não está a nossa vista e sim em nossa memória.


2 – Desenho de observação

Quando desenhamos algo que está a nossa vista, representando-o conforme o enxergamos. Muitos artistas usam essa forma de produção. Lembra-se dos impressionistas que mostravam no seu trabalho o que observavam, até mesmo a intensidade da luz? Para você aplicar essa forma de desenho é necessário uma ótima observação, percebendo a forma, a proporção, o volume, os detalhes que compõem o objeto e, ainda, poderá colocar sua interpretação pessoal de luz, sombra, textura e cor.




Atividade – DESENHO DE OBSERVAÇÃO, ESTILIZAÇÃO E ABSTRAÇÃO.

Este exercício é dividido em três etapas, em três quadros ou três folhas diferentes:

A primeira etapa (OBSERVAÇÃO) é o desenho de observação, partindo da observação dos objetos que o professor exibirá em classe. Tente enquadrar o desenho no quadro usando uma linha horizontal e outra vertical para encontrar o centro da página, estas linhas servirão de referência para seu enquadramento.

A segunda etapa (ESTILIZAÇÃO) você irá criar uma estilização (desenho com traços simplificados), partindo da base e estrutura do primeiro.

A terceira etapa (ABSTRAÇÃO) neste último quadro você irá criar um desenho a partir das estruturas do segundo quadro, porém se trata de um desenho abstrato ou abstração das formas do desenho original, ou seja, este desenho não deve se parecer com nenhum dos objetos desenhados no primeiro quadro, mas é uma modificação usando formas abstratas para representar os objetos.

Veja alguns exemplos abaixo:





.......................................................................................................................


3 – Desenho criativo dirigido ou livre

Quando realizamos um desenho conforme a nossa criatividade e imaginação.

Na verdade, pode ser algo que não existe e você criou a sua maneira, ou algo que já existe, mas você deu a sua interpretação pessoal. Pode acontecer de duas formas:


A)  Desenho criativo dirigido – quando outra pessoa escolhe o tema.

B)  Desenho criativo livre – quando você escolhe o tema.

Um ótimo exemplo desse tipo de desenho é a ilustração que estudaremos a seguir.


Ainda existe o desenho só com pontos, que você já viu no pontilhismo, só com linhas de forma figurativa ou abstrata e só com formas geométricas ou partindo delas, como você viu no estudo da forma.

Não poderíamos, no entanto nos esquecer-nos dos desenhos feitos no computador, que são auxiliados por excelentes programas de computação, explorados pelos desenhistas gráficos e programadores visuais.

Também vamos dar espaço especial para os chargistas, cartunistas e caricaturistas. Você sabe quem são? Tenho certeza que sim, pois eles estão em todos os meios de comunicação como televisão, revistas, jornais, livros e gibis. Todos eles trabalham com um cunho humorístico, fazem-nos rir ao mesmo tempo que nos passam informações, realizando críticas e transmitindo conhecimentos. Eles são, sem dúvida, espetaculares!

Caricaturista: é o desenhista que ao representar o seu personagem exagera ou simplifica alguns traços da pessoa, como o formato do rosto, do bigode, da orelha, do topete, etc. 

Cartunista: é o desenhista que lança mão de caricaturas ou desenhos estilizados para representar um cena ou situação humorística, com legenda ou não. Ele, normalmente, usa os mesmos recursos gráficos que existem nas cenas de um gibi.


Chargista: é o desenhista que usa todos os recursos que você já estudou. Ele representa o “humor”, com base em um conhecimento específico. Por isso, você deve manter-se informado sobre os acontecimentos e notícias, para que possa entender a charge. O assunto preferido dos chargistas é a política.

Ilustrador: é o desenhista que dá, através das imagens que produz e cria, vida, alegria e sentido aos cartazes, capas, textos de livros, folhetos, revistas, poesias e crônicas.




(Fonte: Wikipédia) Caricatura é um desenho de um personagem da vida real, tal como políticos e artistas. Porém, a caricatura enfatiza e exagera as características da pessoa de uma forma humorística, assim como em algumas circunstâncias acentua gestos, vícios e hábitos particulares em cada indivíduo.
Historicamente a palavra caricatura vem do italiano caricare (carregar, no sentido de exagerar, aumentar algo em proporção).
A caricatura é a "mãe" do expressionismo, onde o artista desvenda as impressões que a índole e a alma deixaram na face da pessoa.
A distorção e o uso de poucos traços são comuns na caricatura. Diz-se que uma boa caricatura pode ainda captar aspectos da personalidade de uma pessoa através do jogo com as formas. É comum sua utilização nas sátiras políticas; às vezes, esse termo pode ainda ser usado como sinônimo de grotesco (a imaginação do artista é priorizada em relação aos aspectos naturais) ou burlesco.









(Fonte: Wikipédia) Um cartooncartune ou cartum é um desenho humorístico acompanhado ou não de legenda, de caráter extremamente crítico retratando de uma forma bastante sintetizada algo que envolve o dia-a-dia de uma sociedade.
O termo é de origem britânica, e foi pela primeira vez utilizado neste contexto na década de 1840, quando a revista Punch publicou uma série de charges que parodiavam estudos para os frescos do Palácio de Westminster, adaptados para satirizar acontecimentos da política contemporânea. O significado original da palavra cartoon é mesmo "estudo", ou "esboço", e é muito utilizada nas artes plásticas.
Este tipo de desenho é ainda considerado uma forma de comédia e mantém o seu espaço na imprensa escrita atual.




O desenho de cartum se difere das demais formas de desenho, pois possui traços estilizados e geralmente contém humor atemporal, ou seja, sem tempo específico podendo a cena se passar em qualquer época.




(Fonte: Wikipédia) Charge é um estilo de ilustração que tem por finalidade satirizar, por meio de uma caricatura, algum acontecimento atual com um ou mais personagens envolvidos. A palavra é de origem francesa e significa carga, ou seja, exagera traços do caráter de alguém ou de algo para torná-lo burlesco. Muito utilizadas em críticas políticas no Brasil. Apesar de ser confundido com cartoon (ou cartum), que é uma palavra de origem inglesa, ao contrário da charge, que sempre é uma crítica contundente ligada a temporalidade, o cartoon retrata situações mais corriqueiras do dia-a-dia da sociedade . Mais do que um simples desenho, a charge é uma crítica político-social onde o artista expressa graficamente sua visão sobre determinadas situações cotidianas através do humor e da sátira. Para entender uma charge, não é preciso ser necessariamente uma pessoa culta, basta estar por dentro do que acontece ao seu redor. A charge tem um alcance maior do que um editorial, por exemplo, por isso a charge, como desenho crítico, é temida pelos poderosos. Não é à toa que quando se estabelece censura em algum país, a charge é o primeiro alvo dos censores infra.
O termo charge vem do francês charger que significa carga, exagero ou, até mesmo ataque violento (carga de cavalaria). Isto significa aqui uma representação pictográfica de caráter, como diz no primeiro parágrafo, burlesco e de caricaturas. É um cartum que satiriza um certo fato, como idéia, acontecimento, situação ou pessoa, envolvendo principalmente casos de caráter político que seja de conhecimento do público.
As charges foram criadas no princípio do século XIX (dezenove), por pessoas opostas a governos ou críticos políticos que queriam se expressar de forma jamais apresentada, inusitada. Foram reprimidos por governos (principalmente impérios), porém ganharam grande popularidade com a população, fato que acarretou sua existência até os tempos de hoje.











Ilustração é uma imagem pictórica utilizada para acompanhar, explicar, interpretar, acrescentar informação, sintetizar ou até simplesmente decorar um texto. Embora o termo seja usado frequentemente para se referir a desenhospinturas ou colagens, umafotografia também é uma ilustração. Além disso, a ilustração é um dos elementos mais importantes do design gráfico.
São comuns em jornaisrevistas e livros, especialmente na literatura infanto-juvenil (assumindo, muitas vezes, um papel mais importante que o texto), sendo também utilizadas na publicidade e na propaganda. Existem também ilustrações independentes de texto, onde a própria ilustração é a informação principal. Um exemplo seria um livro sem texto, não incomum em quadrinhos ou livros infantis.
Em princípio, o que distingue a ilustração das histórias em quadrinhos é não descrever, necessariamente, uma narrativa sequencial, mas sintetizar ou caracterizar conceitos, situações, ações ou, até mesmo determinadas pessoas, como é o caso da caricatura.










O Brasil possui grande representantes neste tipo de arte. 
Ilustradores, Caricaturistas, Cartunistas e Chargistas.
 Conheça alguns mestres da área: 


















Ota




Atividade – ILUSTRAÇÃO.

Nesta atividade você irá criar uma ilustração sobre o tema que o professor sugerir em classe.
Este desenho deverá ser feito em uma folha de papel sulfite branco, ou até mesmo em uma folha de seu caderno de desenho para ser entregue ao professor.
Capriche pintando sua obra!

 .......................................................................................................................



Atividade – DESENHO DE HUMOR - CARICATURA.

Vamos nos divertir um pouco fazendo a caricatura de um colega de classe ou professor da Escola. Capriche pintando sua obra!


.......................................................................................................................



.O  desenho realista.

O desenho realista tenta representar de forma mais fiel ou aproximada de uma imagem real através da representação gráfica. Através das técnicas e faturas do materiais e com uso dos recursos de sombreamento os desenhos são ricamente construídos com muitos detalhes.









.O  Hiper-realismo.
 Parece fotografia, mas não é: uma seleção de 15 incríveis artistas hiper realistas

PaulCadden01 Parece fotografia, mas não é: uma seleção de 15 incríveis artistas hiper realistas


 Parece fotografia, mas não é: uma seleção de 15 incríveis artistas hiper realistas

hiper-realismo é derivado do fotorrealismo, e teve sua origem na segunda metade do século XX. Como o próprio nome indica, o realismo é levado ao extremo, ou seja, acrescentam-se  muitos detalhes às obras de pintura, desenho ou escultura, para que esse se aproxime o máximo possível da realidade.
Os hiper-realistas utilizam-se das cargas sociais ou emocionais de suas obras, contextualizando-as de modo a criar narrativas singular e cheias de poesia.
É importante notar o componente paradoxal do hiper-realismo: apesar das obras aproximarem-se da realidade a ponto de serem quase idênticos, não são a realidade. Esse simulação de realidade cria a ilusão de uma nova realidade, mais complexa e, principalmente, mais subjetiva.
Acesse o site para conhecer 15 artistas Hiper-realistas



Grandes desenhistas nas Artes Visuais:

(Fonte: Wikipédia) Leonardo di Ser Piero da Vinci ou simplesmente Leonardo da Vinci, foi um polímata italiano, uma das figuras mais importantes do Alto Renascimento, que se destacou como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. É ainda conhecido como o precursor da aviação e da balística. Leonardo frequentemente foi descrito como o arquétipo do homem do Renascimento, alguém cuja curiosidade insaciável era igualada apenas pela sua capacidade de invenção. É considerado um dos maiores pintores de todos os tempos e como possivelmente a pessoa dotada de talentos mais diversos a ter vivido. 









Vídeo: Obras de Leonardo da Vinci





(Fonte: Wikipédia) Albrecht Dürer (Nuremberga21 de maio de 1471 — Nuremberga, 6 de abril de 1528) foi um gravadorpintorilustradormatemático e teórico de arte alemão e, provavelmente, o mais famoso artista do Renascimento nórdico, tendo influenciado artistas do século XVIno seu país e nos Países Baixos. A sua maestria como pintor foi o resultado de um trabalho árduo e, no campo das artes gráficas, não tinha rival. As suas xilogravuras, consideradas revolucionárias são ainda marcadas pelo estilo gótico . É considerado como o primeiro grande mestre da técnica da aguarela, principalmente no que diz respeito à representação de paisagens. Os seus interesses, no espírito humanista do Renascimento, abrangiam ainda outros campos, como a geografia, a arquitectura, a geometria e a fortificação .






Vídeo: Obras de Dürer




(Fonte: Wikipédia) Maurits Cornelis Escher foi um artista gráfico holandês conhecido pelas suas xilogravuras, litografias e meios-tons que tendem a representar construções impossíveis, preenchimento regular do plano, explorações do infinito e as metamorfoses - padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes.















Vídeo: Obras de Escher

.

7 comentários:

  1. Suas aulas foram minha salvação, sou pedagoga mas, na falta de professor de arte acabei assumindo algumas aulas e estava muita preocupada em como ministrar as aulas sem prejudicar os alunos e atender as expectivas deles, obrigada!

    Vou usar muito do seu material....mas vou sempre referenciar o material usado.

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso! estou montando uma apostila de apoio para o ano que vem e seus posts são super interessantes!! parabens

    ResponderExcluir
  3. parabéns, ajudou muito minhas aulas obrigada.bjs

    ResponderExcluir
  4. parabéns, ajudou muito minhas aulas obrigada.bjs

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente perfeito.Muito obrigado por todo este trabalho organizado e precioso.

    ResponderExcluir